IoAiutoBra 1 livrar
Ontem, domingo 15 junho 2008 foi apresentado, em Bra a primeira edição do prêmio "Piemonte storia giovani". Nascido da colaboração entre a Administração Cívica e o "Prêmio de História do Piemonte - Alessandro Paoletti del Melle", a iniciativa visa promover o amor pela história entre os jovens, encorajando seu conhecimento em nome de uma reconstrução escrupulosa da verdade da fatos e eventos do passado. A iniciativa é dividida em três seções reservadas para estudantes piemonteses que frequentam os últimos dois anos do ensino médio. Em detalhe, o prêmio "Jovens e história" atribuirá reconhecimento ao melhor manual de história feito para as escolas secundárias, enquanto o prêmio "Piemonte roots" irá dar mérito à melhor tesis histórica em sua cidade. Finalmente, o prêmio "Do Piemonte à Unificação da Itália" será concedido ao melhor ensaio que abranja os eventos que levaram à unificação do país. Coordenada pela jornalista de Rai, Daniela Vergara, no cenário sugestivo do coro da igreja de Santa Chiara, o senador Gaetano Quagliariello, presidente do júri do prêmio, e o subsecretário do Ministério do Interior, Michelino Davico, que sublinhou o o valor de uma operação cujo objetivo é promover a redescoberta do interesse em um sujeito de "professor de vida", que, no entanto, parece afetar cada vez menos as gerações mais jovens. O senador Enzo Ghigo destacou, em vez disso, como esta iniciativa deveria ser oficialmente incluída entre aqueles que serão implementados para lembrar o cento e cinquenta aniversários da Unificação da Itália. Para trazer os cumprimentos da cidade, o prefeito de Bra, Camillo Scimone, que destacou como a construção da história do Piemonte jovens começam em bases já sólidas, com envolvimento de acadêmicos de magnitude considerável. Entre estes Piero Melograni, membro do júri do prêmio e professor da Universidade de Perugia, que sublinhou a necessidade de contar a história através de imagens, para tornar o jovem mais curioso, enquanto que para o professor Giorgio Lombardi da Universidade de Turim O "prêmio real será o fato de que os alunos poderão julgar seus livros didáticos". O professor Sergio Maria Gilardino apontou a necessidade de contar uma história dos povos italianos porque "um povo que não tem orgulho de sua história não é um povo". Presente na cerimônia, bem como alguns membros do júri, os vencedores do "Prêmio de História do Piemonte", Andrea Graziosi e Marina Cattaruzza, que responderam as perguntas de alguns alunos após o recebimento, no dia anterior ao castelo de Pralormo, o importante reconhecimento. Para concluir, as intervenções foram o presidente do "Prêmio de História do Piemonte - Alessandro Paoletti del Melle", Cristiana Paoletti del Melle, que explicou o propósito de uma operação que visa permitir que os mais jovens leiam a história de acordo com Verdades aderindo aos eventos que aconteceram, também porque, como ele notou mais tarde no final de seu discurso, eles estarão escrevendo as páginas no futuro próximo.